quarta-feira, 11 de junho de 2014

Aviação Militar em Portugal (comemoração do centenário)


No passado dia 14 de Maio os CTT associaram-se à divulgação da comemoração do Centenário da Aviação Militar Portuguesa, Escola Aeronáutica Militar e Serviço Aeronáutico Militar pela Lei 162 de 14 de maio de 1914.
Na Abertura Solene das comemorações do Centenário da Aviação Militar (14 de maio, Auditório da Academia da Força Aérea, em Sintra) estará presente uma Estação Móvel dos CTT com um carimbo especial para sete postais que serão assinados por sete entidades diferentes. Junto ao Museu do Ar, estará também uma Estação Móvel dos CTT nesse dia, onde será possível adquirir o Inteiro Postal com selo comemorativo para enviar no imediato.
O desenho do bilhete postal é composto por uma aeronave Deperdussin, primeiro avião militar português, no solo e pronto. Reflete uma situação de espera, por, à data (1914), não haver qualquer aeródromo militar, nem pilotos aviadores militares que o operassem; uma aeronave F-16 Fighting Falcon (Mid-Life-Upgrade), em voo. Sempre pronto para cumprir a missão de Defesa Aérea associada à soberania de Portugal e razão de ser da existência da própria Força Aérea; entre as duas aeronaves o logótipo da Comemoração, ressaltando o número 100 alusivo ao Centenário da Aviação Militar, em que os zeros aparecem interligados, sugerindo a continuidade da História. Adjacente ao número, um duplo efeito, integrando o rasto de aviões bem como o movimento dos hélices de uma aeronave simbolizando a abrangência das diferentes valências e capacidades aeronáuticas. O terceiro elemento, a Cruz de Cristo, símbolo intimamente associado à História de Portugal e da própria Aviação Militar Portuguesa. O quarto, um elemento alado, a Águia Aeronáutica representada de forma estilizada; sobrepondo-se, uma representação gráfica do rasto e modelo aeronáutico, parte do monumento “Aos que serviram Portugal na Aviação Militar 1914-2014”, a inaugurar no mesmo dia do lançamento do Postal. Pretende homenagear-se o esforço e a prontidão de todos aqueles que serviram a Pátria Lusa na Aviação Militar nos últimos cem anos, reconhecer o seu valor e a relevância do seu contributo para o fortalecimento e perenidade da Instituição Militar direcionada e pronta para o futuro.O selo impresso, corresponde ao Brazão de Armas Completo da Força Aérea Portuguesa, de onde ressaltam o Escudo com uma águia estendida de ouro e os Suportes, retirados dos Brasões representativos do Exército e da Armada, Ramos das Forças Armadas cujas componentes aeronáuticas originaram o nascimento da Força Aérea.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ligações

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...